Lisboa

img_8155

Lisboa cidade pelo Tejo banhada, num sitio à beira mar plantado, moldada pelas gentes com cheiro de maresia e esperança. Lisboa são as sete colinas, ínfimos miradouros e o Castelo a guardar a lembrança do alto. Lisboa é bom vinho e boa comida a cada esquina. Lisboa é grito de ardina a vender sorte grande lotaria. Lisboa é capital de cidade, rica de história e cultura mas que ainda estende a roupa à janela. Lisboa são santos populares, manjericos e cheiro de sardinha assada. Lisboa são as calçadas, teatros e chafarizes. Lisboa são folhas caídas e fumo de castanhas. Lisboa é bater de asa de pombo, o eléctrico e os mercados. Lisboa é a varina, é história, é o povo é o fado. Lisboa é barulho de bica aos sabor do nascer do dia. Lisboa é onde nasci e onde para sempre vai morar o meu coração…

Fotografia e texto:  Guilherme de Castro

Estou feliz e lisongeada, por poder inaugurar o blog com este texto sobre Lisboa. É emocionante ouvir o Castro a falar da cidade, do país aonde nasceu. E como este blog está recheado de emoções, nada mais apropriado do que partilhar com vocês este texto.

Obrigada meu amor!

Anúncios

8 comentários sobre “Lisboa

  1. Quero registrar que, no meio de toda essa correria e frieza do Mundo Moderno, a sensibilidade faz-se irmã da doçura numa pessoa só. Tenho certeza que todos que desfrutarem deste blog, terão momentos amenos, carinhosos, sensíveis e de bom gosto, aliados a simplicidade de uma alpargata de palha.

    Curtir

  2. Lis bela e boa, minha favorita
    Teu céu, teu Tejo, tua luz
    Tua História, teus poetas, tua escrita
    Transcrita em versos, Pessoas e canções
    Em Rita, tua metáfora
    Lis boa, Lis bela Lis moça
    A nos fazer sorrir e sonhar
    Flanar em seus becos e alamedas
    como o soprar do vento sobre os teus cabelos
    ou estar refletido no brilho dos seus verdes olhos
    sem ser visita
    absorvido por teu céu, teu Tejo, tua luz
    e que me seduz
    Lisboa em mim inscrita
    concreta, perene e plena
    como a beleza de Rita

    “Síntese”
    (Para R. Munier)

    Jorge Lúzio

    Curtido por 1 pessoa

  3. Querida Rita, não aconheço, mas sou irmão-primo da Patricia Caldeira da Silva, sua amiga, também eu nascido em Lisboa e para sempre saudoso e apaixonado pela minha cidade natal. Vivo e vivi em São Paulo grande parte da minha vida e para Lisboa desejo voltar um dia, talvez muito em breve, já na próxima semana aí estarei em intenso deleite e para, quem sabe, preparar de vez essa volta ao porto de partida. Fiquei comovido com a sua dedicatória à nossa Lisboa, com o texto de abertura que peço licença para compartilhar. Lindo. Parabéns pelo blog. Um abraço do Vasco Caldeira da Silva.

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Vasco, fico muito feliz que tenha gostado, o texto é mesmo lindo e retrata a paixão que o autor tem por esta nossa terra linda.Compartilhe à vontade e obrigada pelas suas palavras carinhosas.beijinhos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s