0

MIAMI – Dia 2 de 10

Jpeg

Café caprichado no Nauty Dawg marina

O dia começa sempre com um café da manhã no  “Nauti Dawg – Marina cafe”.
Acho que estou a viciar nos ovos quentes para começar o dia. Eles fazem um omelete com cream cheese e salmão que é de perder a cabeça. O café não anima muito, é mais um chafé do que algo parecido com o nosso café,  mas adaptação ao estilo local também faz parte da viagem.
Depois das barriguinhas cheias, fomos às compras e tive um dia de preety woman.
Que mulher não adora isso? É incrivel como o meu namorado consegue fazer rapidamente  a escolha certa quando se trata de roupa para mim… sigo atrás dele pelos corredores enquanto joga várias peças de roupa nos meus braços onde se segue um Hilário teste no provador.
Fomos às lojas TJMax  á SEARS e TARGET. Não achei preço qualidade fantásticos, e tinha sido em mim cultivada a idéia de que tudo aqui é baratissimo e ansiava uma ida aos vários outlets.  No TARGET, que é um “simples” supermercado local , além de umas peças simpáticas de roupa, encontrei várias marcas  de  maquiagem e cosmética   a  óptimo preço.

Jpeg

Meu motorista particular ; )

DSC_0059_3

 

À tarde fomos andar de kayak na intercostal, um programinha delicioso para se fazer aqui.
Deerfield beach tem um restaurante de sapê à beira da praia que tem uns mojitos deliciosos,e finalmente descobri que a salada que faltava ontem, aguardava me  toda no mojito , )p_20150601_192212_mt
Geralmente embebeda- se o peru antes de o degolar, no meu caso, depois de bem regada, era altura do jantar.
Entre inúmeras bosescolhas em Deerfield, fomos parar ao Flanigan’s. Tudo perfeito, das entradas aos pratos, que partilhamos como todo o resto.
A noite acabou com uma lua cheia a brilhar com o frol de lighthouse point e uma perua feliz a dormir num banco de jardim.

Anúncios
3

Miami – A chegada -dia 1 de 10

cartão embarqueentrada no avião

duty free Parisdsc_0023

A viagem começou com uma saída muito cedo de Portugal e uma escala em Paris, onde fiquei 6 longas horas à espera do vôo de conexão para o meu destino final.
Se Paris é a cidade do romance, já o aeroporto é horrível. Felizmente, a perua encontrou um Duty Free e o tempo perdeu-se assim.
A chegada aos Estados Unidos foi atribulada, a alfândega e o controle de passaporte não me deram tréguas,roubando-me mais uma hora e meia do meu tempo. Mas nada como encontrar depois de 4 meses, o meu namorado, o que fez com que esse evento todo valesse a pena.

Os dias em Miami tem sido intensos e cheios de surpresas deliciosas, a idéia é que eu não saiba de nada do que vai acontecer no dia e assim os dias tornam-se mágicos.Tenho só indicações do que vestir e não fazer muitas perguntas como sempre faço.
Logo na chegada fomos a um restaurante à beira mar chamado Bamboo, no hotel & resort em Ocean Drive – Fort Lauderdale.

images (1)images

Pedi uma “CAPRESE SALAD”, e pelo preço, imaginei que viesse um saladão, mas não, fui surpreendida por cinco rodelas de tomate cobertas de cinco sutis fatias finas de queijo que repousavam em tímidas folhas de rúcula. Apesar de delicioso, foi um prefácio do que estava por vir nos próximos dias.
O restaurante é muito agradável e a brisa quente da Flórida em conjunto com a temperatura do mar, são um convite a banhos noturnos.
Era mesmo aqui que eu queria estar : )

3

Sintra…refúgio

20150422_140828

Entro no carro e num instante Lisboa fica para trás. O ar poluído, o barulho dos carros, a cidade frenética…Não me queixo de morar na cidade, até porque Lisboa também tem os seus encantos, e que encantos! Mas é tão bom poder mudar de ares, sentir o cheirinho das árvores,  a brisa de ar puro, ver o sol de Sintra se pôr.

Lembro-me, quando ainda vinha apenas de férias a Portugal, que a recordação que levava e que me deixava saudades, era o cheirinho da terra molhada, do fumo das chaminés…Acostumada a viver em cidade grande, perde-se alguma sensibilidade aos cheiros…

Chegar a Sintra é quase como entrar em outra dimensão, a atmosfera é mágica,  a sensação é de paz e tranquilidade.

O jantar estava na mesa, o vinho tinto aberto. Agora era só desfrutar da boa companhia e dormir saboreando o silêncio e o frescor da noite.

Hoje ao acordar, Sintra continua linda e formosa!

dsc_010314326323278281764501717

 

 

 

 

 

2

Portinho da Arrábida…uma das sete maravilhas naturais de Portugal

A Perua fez anos, e como perua que se preza se trata bem, fui parar ao Paraíso…de havaianas ; )img_1397

E vejam quem me conduziu até lá…Charline, no seu melhor estilo!

DSC_0020_1

Parque Natural da Arrábida,  mais conhecido como  Portinho da Arrábida, é um lugar incrível e elegi como uma das  minhas praias prediletas.

img_1389

A vegetação é super variada e dá vontade de fotografar tudo! São 1450 espécies.

vegetação local

vegetação local

img_8667 (1)

Viemos pela serra da Arrábida e cada curva revela  uma paisagem deslumbrante e um mar turquesa de águas cristalinas.  Lá embaixo somos surpreendidos por  uma aldeia pequenina e muito charmosa  e o que mais me chama a atenção é o contraste das Buganvílias com o branco das casas.

Se quiser passar a noite, há umas pousadinhas muito simpáticas. A diária varia de €50 a €150.

Mas o melhor de tudo foi mergulhar e ver a variedade de cores da vegetação aquática. Se ficar animado com a idéia,leve roupa de mergulho se não quiser congelar, a água é muito fria.

Foi um dia para  repetir muitas e muitas vezes, a companhia foi nota 10 e a paisagem de tirar o fôlego.

Se puder, vá durante a semana porque no fim de semana fica muito cheio.

Inclua no seu roteiro, não vai se arrepender!

Até a próxima, )

IMG_8742dsc_0032