0

Domingo em uma Vila Medieval

DSC02558

 

Óbidos é uma vila portuguesa do distrito de Leiria que tem aproximadamente 2.200 habitantes.

Uma vila cercada pelas muralhas que mantém seu formato desde o ano de 1527. Fez parte do dote de inúmeras Rainhas de Portugal.

Era ali que elas  e seus maridos descansavam ou se refugiavam das desavenças da Corte.Em 1210 foi doada por  D.Afonso à Rainha Dona Urraca.Que rico presente!!!

Atravessar as muralhas é uma viagem no tempo,lá dentro parece que o tempo parou e que agora só nos falta o figurino certo. É tão charmosa, que  ficamos envolvidos por uma atmosfera mágica.

Me conquistou desde a primeira vez que pus os meus pezinhos lá e sempre que recebo amigos em Portugal, é o primeiro lugar que penso em mostrar.  Está na lista dos meus cantinhos favoritos…

Palco de inúmeras festas temáticas, feira medieval, do chocolate e a Feira Natal entre outras.

Vejam a programação nesse link e divirtam-se.

Até dia 3 de janeiro, toda hora é hora.

 

http://obidosvilanatal.pt/

DSC00568

DSC00621

Anúncios
1

Casa da Guia – Cascais

 DSC_0147

Um dos lugares mais agradáveis em Cascais, para se almoçar ou tomar um lanchinho à tarde, é a casa da Guia.

A 3,5 km da vila de Cascais, é um casarão com Lojinhas dentro, restaurantes no jardim e uma vista fabulosa.

O restaurante Prazeres da Carne é a minha dica para saborear uma boa picanha brasileira e um magret de Pato com risoto de cogumelos. O preço em  média é de €25 por pessoa.

Bon apetit .

DSC_0145DSC_0140

8

Lisboa

img_8155

Lisboa cidade pelo Tejo banhada, num sitio à beira mar plantado, moldada pelas gentes com cheiro de maresia e esperança. Lisboa são as sete colinas, ínfimos miradouros e o Castelo a guardar a lembrança do alto. Lisboa é bom vinho e boa comida a cada esquina. Lisboa é grito de ardina a vender sorte grande lotaria. Lisboa é capital de cidade, rica de história e cultura mas que ainda estende a roupa à janela. Lisboa são santos populares, manjericos e cheiro de sardinha assada. Lisboa são as calçadas, teatros e chafarizes. Lisboa são folhas caídas e fumo de castanhas. Lisboa é bater de asa de pombo, o eléctrico e os mercados. Lisboa é a varina, é história, é o povo é o fado. Lisboa é barulho de bica aos sabor do nascer do dia. Lisboa é onde nasci e onde para sempre vai morar o meu coração…

Fotografia e texto:  Guilherme de Castro

Estou feliz e lisongeada, por poder inaugurar o blog com este texto sobre Lisboa. É emocionante ouvir o Castro a falar da cidade, do país aonde nasceu. E como este blog está recheado de emoções, nada mais apropriado do que partilhar com vocês este texto.

Obrigada meu amor!